As principais doenças das framboesas - luta, tratamento e prevenção


As framboesas pertencem à categoria dos arbustos espinhosos que apresentam rizomas poderosos e um grande número de rebentos. O cultivo de um arbusto em um local não deve ser realizado por mais de 7 anos. Caso contrário, ocorre diminuição do tamanho do fruto e frouxidão do sistema radicular dessa planta.

Neste artigo, veremos as principais doenças das framboesas, descobriremos por que as folhas podem secar em um arbusto ou as bagas apodrecem e como lidar com isso.

As principais razões pelas quais as framboesas secas secam

Framboesas de jardim precisam de ótimas condições de crescimento. Caso contrário, ele vai secar. A causa do ressecamento é o cuidado inadequado do mesmo, que consiste em rega insuficiente, iluminação deficiente, solo pobre.

Doenças de natureza infecciosa tornam-se o motivo do ressecamento desta planta. A infecção penetra através de danos mecânicos. A secagem de bagas, folhas e rebentos é observada em resultado do vírus da murcha, que pertence à categoria das doenças perigosas.

O arbusto geralmente seca como resultado do murchamento da vercilose. É uma doença fúngica que afeta arbustos e outros arbustos, bem como árvores.

Durante o desenvolvimento desta doença, as folhas da framboesa tornam-se rapidamente amarelas e a parte superior dos troncos seca. Ao plantar arbustos ao lado de abobrinhas, tomates, batatas e berinjelas, eles podem secar. Isso se deve ao fato de essas plantas serem patógenos de bolores, que são prejudiciais à planta.

As framboesas podem ferir por vários motivos. Não consistem em cuidados indevidos com a mata, mas em doenças.

Por que as folhas da framboesa remanescente secam?

A secagem das folhas do arbusto é observada como resultado do desenvolvimento de doenças. Muitas vezes ocorre como resultado do desenvolvimento de câncer de raiz. Com o seu desenvolvimento, ocorre uma perda do sabor dos frutos silvestres. Os novos rebentos do arbusto são caracterizados pelo pequeno tamanho, as folhas ficam amarelas. No verão, eles começam a cair.

Clorose infecciosa ou icterícia são causas comuns de amarelecimento das folhas do arbusto. Esta é uma doença infecciosa. Com o desenvolvimento desta doença, as folhas muitas vezes ficam amarelas nos rebentos. Os bagos caracterizam-se por um sabor seco e desagradável. O combate à doença consiste em eliminar os brotos afetados.

Os jardineiros também notam o amarelecimento das folhas com clorose não infecciosa, cuja causa é o preparo inadequado do solo e as condições climáticas desfavoráveis. Quando um arbusto é infectado, observa-se uma mudança na cor de suas folhas. Em brotos saudáveis, a folhagem cresce em tamanho.

A principal razão para o amarelecimento das folhas das plantas são doenças que podem ser de natureza infecciosa e não infecciosa.

Por que as framboesas podem secar as frutas?

A secagem de bagas de framboesa remanescentes pode ser observada como resultado de doenças, por exemplo, clorose infecciosa contagiosa. Durante o desenvolvimento desta doença, observa-se amarelecimento da folhagem. No outono, adquire uma cor normal. Esta doença praticamente não afeta o nível de produção. Mas os frutos ficam secos e perdem o sabor. Existem muitas sementes neles. Os caules das plantas doentes tornam-se grossos e baixos.

As bagas podem secar junto com a parte superior da planta como resultado da exposição a mosquitos. Com o desenvolvimento da doença, são observadas rachaduras e inchaços nos brotos. Se um arbusto for cultivado em um local por mais de 5 anos, então, como resultado, pode haver uma diminuição no tamanho dos frutos e sua secagem. Se um arbusto é afetado pela murcha de veticillus, então a murcha da planta é observada do topo das bagas.

A secagem dos bagos é afetada por doenças que surgem como resultado do cuidado impróprio do arbusto.

As principais doenças da framboesa e seus sintomas

As framboesas pertencem à categoria dos arbustos que, em condições desfavoráveis, podem ser expostos a doenças e efeitos negativos a pragas.

Ambas as doenças e pragas são perigosas para esta planta. É por isso que é necessário iniciar o controle de pragas e tratar as doenças em tempo hábil.

Mancha branca e roxa

A mancha roxa branca pertence à categoria das doenças fúngicas. A doença afeta os brotos em crescimento próximo à fixação das folhas aos caules. Os troncos da framboesa são cobertos de manchas brancas ou marrons com um ponto preto.

Para combater a doença, você precisa frequentemente desenterrar e remover ervas daninhas do solo, além de cobri-lo com cobertura morta. A planta pode ser tratada com um inseticida. A opção ideal para o combate à doença é de 0,3 por cento de malofos. Pode ser pulverizado com confidor.

Câncer de raiz bacteriana

O câncer de raiz leva à deterioração do crescimento das framboesas e à perda do sabor das bagas, e a folhagem da planta fica amarela. O combate a essa doença é problemático, pois o uso de inseticidas é proibido. Os arbustos afetados pelo câncer de raiz são desenterrados e queimados.

Isso elimina a possibilidade de propagação da doença.

Depois de desenterrar framboesas infectadas com câncer de raiz, elas não são plantadas em um determinado canteiro por 8 anos.

Doenças fúngicas de framboesas (antracnose e podridão cinzenta)

As framboesas são suscetíveis a infecções fúngicas, como o bolor cinzento e a antracnose. Os sintomas da antracnose são mais frequentemente observados em condições de alta umidade durante o cultivo de um arbusto. Esta doença fúngica se manifesta por manchas nas folhas, que são de cor marrom. O crescimento afetado pela doença deve ser cuidadosamente aparado e removido do local.

Com a antracnose, a pulverização é feita com uma mistura bordalesa. Você precisa repetir o procedimento a cada 10 dias.

O aparecimento de podridão cinzenta nas framboesas é observado como resultado da ação do micélio multicelular. A doença se manifesta no estágio inicial de amadurecimento dos frutos. A doença se manifesta inicialmente pelo aparecimento de manchas marrons nos locais de contato dos frutos. Após vários dias, todo o feto é afetado pela doença, resultando em necrose.

Para combater a podridão cinzenta durante o período de brotação das framboesas, deve ser realizado um tratamento químico. Para tanto, podem ser utilizados fungicidas na forma de Fundazol 50 SP, Rovral, Sumlex 50 SP, Ronilan, etc. A partir da aplicação deve ser realizada em estrita conformidade com as instruções.

Mosaico de framboesa

O mosaico é uma doença comum da framboesa que pode se manifestar de diferentes maneiras, dependendo da variedade. Ele pode se manifestar na forma de um mosaico de folhas ou sua deformação. Os arbustos afetados são caracterizados por um fraco crescimento dos rebentos.

O combate à doença é feito com inseticidas - Hostation 40 KS, Marshal 25 KE, Croneton 50 E, Ortena 75 SP.

Ferrugem

A ferrugem da framboesa é uma doença fúngica que causa manchas escuras na parte inferior das folhas. Como resultado, as folhas da planta secam e caem. Com a negligência severa da doença, manchas marrons aparecem nas hastes.

Quando os arbustos de framboesa são infectados, eles são destruídos. A pulverização é realizada na primavera e no outono. Para isso, é utilizada uma solução de líquido bordalês a 1%.

Ponto ulcerativo

Esta doença é mais comumente vista em plantas mais velhas. A doença se manifesta com manchas marrons nos brotos. No verão, pode ocorrer uma seca repentina da planta. Para evitar o aparecimento da doença, é necessário retirar os brotos de dois anos após a colheita.

Durante o período vegetativo, o arbusto deve ser tratado com a mistura bordalesa. Antes da floração, a planta deve ser tratada com inseticidas como Topsin M70, Impact 12 SK, Alto 100 SL, etc.

Vassoura de bruxa

A vassoura de bruxa em framboesas ocorre como resultado da exposição ao fitoplasma. Com o desenvolvimento da doença, um grande número de brotos são formados na base dos arbustos.

O combate à doença consiste em tratar as plantas com inseticidas e plantar novos brotos sãos.

Pragas em framboesas e a luta contra elas

As pragas podem causar danos irreparáveis ​​às framboesas. Eles têm um efeito prejudicial não apenas nos frutos da planta, mas também nos caules e no sistema radicular.

É por isso que, quando surgem, é necessário travar uma luta oportuna contra eles. Para tanto, na maioria dos casos, são utilizados inseticidas. Para evitar o aparecimento de pragas nas framboesas, recomenda-se a adoção de medidas preventivas.

Gorgulho da framboesa e morango

O gorgulho é um pequeno besouro preto que danifica as framboesas com seu nariz comprido. Para combater essa praga, recomenda-se processar os arbustos com infusão de alho. Para eliminar a praga, pode-se usar uma solução de potássio manganês.

As framboesas devem ser processadas de manhã ou à noite. Para evitar o aparecimento de gorgulho, plantam-se alho ou cebola entre as framboesas.

Besouro da framboesa

O besouro da framboesa é de cor marrom e atinge 4 centímetros de comprimento. Danifica flores de framboesa e ovários. o besouro da framboesa danifica os brotos e as folhas da planta. Durante o período de brotamento, os besouros são colhidos manualmente. Se houver larvas na baga danificada, elas precisam ser mortas.

No outono, é recomendável cavar o solo. Para combater a praga, são utilizadas plantas inseticidas, a partir das quais são preparadas infusões. Os inseticidas para controle de insetos são adquiridos em loja especializada.

Midge de bílis de caule de framboesa

Gall midge é a principal praga das framboesas. É um inseto preto que cresce até 2,5 centímetros de comprimento. O inseto é caracterizado pela presença de asas transparentes. As pragas rastejam sob a casca de uma planta e hibernam lá.

Para evitar danos massivos aos arbustos no outono e na primavera, as plantas danificadas são queimadas.

Copo de framboesa

A borboleta põe seus ovos na superfície do solo perto dos arbustos de framboesa. Suas larvas danificam os caules do arbusto. Se uma mosca-caule for encontrada ao examinar framboesas, você deve cortar e queimar imediatamente a parte superior dos arbustos. Se houver um curso larval no caule, o caule é cortado mais próximo da raiz. No período de outono, você precisa afrouxar cuidadosamente o solo.

Mosca caule de framboesa

A mosca do caule da framboesa é um pequeno inseto que não tem mais de 5 milímetros de comprimento. É caracterizada por uma coloração verde e asas transparentes. A praga hiberna sob arbustos de framboesa. Desde maio, as moscas põem ovos nas folhas superiores.

As larvas da mosca penetram no caule, o que leva ao murchamento dos brotos. A luta é para remover os brotos danificados. Se este procedimento for ineficaz, deve-se usar inseticidas.

Métodos de tratamento e prevenção

Com cuidado impróprio, as framboesas podem estar sujeitas a uma variedade de doenças. uma praga tem um impacto negativo em seu crescimento e desenvolvimento. Para garantir uma colheita rica, é necessário realizar uma prevenção oportuna de suas pragas e doenças. Para isso, você precisa de:

  • Elimine ervas daninhas;
  • Execute a escavação do solo no outono;
  • Remova os brotos velhos;
  • Execute a poda oportuna da planta;
  • Trate os arbustos com a mistura de bordeaux no outono e na primavera.

Quando todas as medidas preventivas acima são tomadas, o jardineiro tem a garantia de eliminar a possibilidade de pragas e doenças nas framboesas.

As framboesas são um arbusto útil, cujas bagas são utilizadas não só para a alimentação, mas também para o tratamento de doenças. O cuidado inadequado leva ao aparecimento de pragas e doenças em uma determinada planta.

Para poder comer framboesas, elas devem ser controladas mecanicamente ou com inseticidas seguros. Para evitar o aparecimento de pragas e doenças, é necessário realizar a sua prevenção em tempo hábil. Sua implementação não requer gastos de esforço e dinheiro.

Para concluir, sugerimos assistir a um breve vídeo sobre doenças e pragas da framboesa, bem como sobre formas de combate:


Que doenças aguardam a framboesa, sua prevenção e tratamento

Como outras plantas, as framboesas são suscetíveis ao desenvolvimento de muitas doenças. Em cada caso, folhas, brotos, frutos ou o sistema radicular do arbusto são afetados e, na maioria dos casos, a doença pode ser determinada quase imediatamente. Então, hoje vamos olhar para as principais doenças da framboesa e seu tratamento.


Química

Para combater o gorgulho são usados: Spark, Confidor. A pulverização é feita antes da floração. Depois de colher as últimas bagas do mato, as plantações são borrifadas com karbofos.

Ao lutar contra pulgões, Actellik, karbofos é usado.

O processamento dos arbustos do besouro da framboesa é realizado quando os botões aparecem. Para combater a praga, drogas como a solução Confidor, Iskra, Decis ou karbofos ajudam.

Para o extermínio de mosquitos da bílis, são usados ​​os seguintes inseticidas: Actellik, Ambush e karbofos. É necessário processar tanto os arbustos quanto o terreno ao redor.

Para eliminar as mariposas, são usados ​​agentes protetores como Decis, Confidor, Iskra.

Para combater as larvas da mosca do caule, durante a formação dos botões, as plantas são pulverizadas com uma solução de karbofos, Iskra, Konfidor, Decis.

Na luta contra os carrapatos, drogas como Fufanon, Actellik, Tiovit Jet, Iskra-M e enxofre de jardim ajudam.

É necessário trabalhar com produtos químicos em climas calmos, usando respirador, luvas e óculos de proteção.

Se você escolher as plantas certas ao comprar e cuidar adequadamente delas, qualquer dano às framboesas pode ser minimizado.


Doenças de natureza bacteriana

As doenças mais comuns causadas por bactérias são os cânceres bacterianos do tronco e da raiz.

Câncer de raiz e caule

O câncer de raiz bacteriana é descrito como um tumor com superfície irregular. Os crescimentos surgem na base do caule e raízes do arbusto. No início do desenvolvimento, o tumor é mole, depois de um tempo endurece e no final observa-se o seu apodrecimento. Com esta doença, as raízes não recebem os nutrientes necessários e a framboesa seca.

O câncer de raiz é incurável. Se for detectada uma doença, é recomendável destruir o arbusto.

Com o câncer do tronco, a neoplasia ocorre na parte inferior do tronco. Com o tumor, a planta recebe menos nutrientes, começa a secar, as folhas ficam amarelas e caem. As bactérias cancerígenas podem permanecer nos caules do arbusto por muito tempo. As framboesas afetadas são desenterradas e queimadas.


Como processar framboesas - prevenção

Uma parte importante do cuidado com as framboesas é a prevenção de doenças e pragas. Em cada caso, a prevenção terá uma forma própria.

Processamento de primavera

Depois que a neve derreter no local, você precisará colocar as coisas em ordem. Este procedimento inclui as seguintes etapas:

  • em um arbusto de framboesa, as pontas congeladas das hastes devem ser cortadas
  • remover brotos danificados, bem como aqueles que crescem dentro do arbusto
  • em seguida, varra toda a folhagem do ano passado junto com os galhos e queime
  • depois disso, a fertilização na forma de fertilizantes de nitrogênio deve ser aplicada ao solo
  • em seguida, amarre os brotos à treliça.

Tratamento de doenças

Na primavera, como profilaxia contra várias doenças, você pode borrifar os arbustos de framboesa com líquido bordalês e nitrafen. Além disso, é necessário processar as plantas e o solo próximo a elas. Além disso, esse processamento deve ser realizado no outono, após a colheita.

Controle de pragas

Além de doenças, as framboesas devem ser tratadas para certas pragas.Este procedimento é realizado na primavera, após a floração dos botões. Para fazer isso, você deve usar actellik ou karbofos. Além disso, esse processamento é realizado no outono após a colheita. Nesse caso, os arbustos precisam ser cortados e preparados para o inverno.

Processando no outono

No outono, os arbustos de framboesa devem estar bem preparados para o inverno. Para fazer isso, todos os galhos doentes, quebrados e danificados são cortados deles. Todas as folhas devem ser removidas dos caules. Para fazer isso, colocamos uma luva na mão. Pegamos a haste com ela e puxamos de baixo para cima. Isso deve ser feito com cuidado para não prejudicar os rins.

Depois disso, todo material cortado ou removido (folhas, galhos) deve ser queimado para destruir possíveis parasitas e microorganismos patogênicos que neles possam passar o inverno.

Como você pode ver, as framboesas podem sofrer de um grande número de doenças e pragas de insetos. Para evitar a evolução negativa do cenário, é preciso cuidar adequadamente das plantas, bem como realizar o tratamento preventivo em tempo hábil.


Doenças e tratamento

Qual é a razão pela qual as framboesas são expostas a organismos patogênicos? A resposta é simples - má qualidade ou cuidado impróprio de arbustos. Qualquer doença pode começar a se desenvolver, mesmo que você tenha negligenciado ligeiramente algumas das regras de cultivo.

É por isso que suas plantações precisam de atenção especial.

A abordagem certa para os negócios lhe dará a oportunidade de notar doenças nos primeiros estágios de crescimento. Você será capaz de lidar com eles mais rapidamente e consumirá o mínimo de sua energia.

As doenças da framboesa e seus tratamentos podem ser muito diferentes. Vamos falar sobre os mais comuns. São encontrados regularmente devido ao fato dos arbustos não apresentarem forte resistência aos seus patógenos.

Mosaico de framboesa

Esta é uma doença viral das framboesas de jardim que não pode ser tratada. Ela afeta o sistema radicular dos brotos da framboesa e se espalha para as folhas, que são pintadas em cores semelhantes aos padrões de mosaico. Para prevenir a doença, é necessário processar as framboesas na primavera.

Encaracolamento

O cacho de framboesa é considerado uma doença viral. As doenças virais da framboesa são desencadeadas por uma infecção patogênica. Na presença de tal patologia, as folhas dos arbustos de framboesa tornam-se pequenas, as chamadas rugas aparecem nelas.

A lâmina foliar torna-se muito dura e o reverso escurece e torna-se acastanhado. Os bagos ficam secos e mudam de forma. Eles têm um sabor muito azedo, o que é inaceitável. O arbusto morrerá depois de três anos.

Infelizmente, é impossível curar uma planta desta doença. O jardineiro só pode prevenir o desenvolvimento da infecção através da eliminação de indivíduos doentes. Em alguns casos, é permitido processar framboesas antes da floração, mas isso nem sempre leva a resultados positivos.

Ferrugem

Em alguns casos, a causa raiz do arbusto que começa a secar é o fungo. Os cogumelos são provocadores da ferrugem. Se o arbusto estiver infectado com um fungo, a parte inferior da folha ficará cheia de manchas escuras. Depois de um certo tempo, as folhas caem e os caules ficam cobertos de feridas acastanhadas.

A ferrugem não tem cura. É impossível aumentar a imunidade a esta doença. É por isso que apenas medidas preventivas podem ser utilizadas como terapia, elas terão apenas efeito preventivo.

Mancha roxa

A mancha roxa é um dos tipos mais comuns da doença e é chamada de didimella. A doença se manifesta no fato de os brotos começarem a secar. A doença inicia seu desenvolvimento nas seguintes etapas:

  1. Primeiro, manchas roxas claras aparecem nos jovens.
  2. Com o tempo, eles se tornam mais amplos e vagos. As bordas adquirem uma coloração marrom-escura.
  3. No meio de cada ponto aparecem pontos pretos, chamados picnídios.
  4. Depois de um certo tempo, eles se generalizam e se fundem.
  5. A superfície das folhas começa a rachar, os rebentos tornam-se quebradiços, o que faz com que os botões se desenvolvam mal.

O grão de framboesa se espalha em alta umidade, portanto, se o verão for chuvoso, o risco de uma doença aumenta várias vezes. O álcool bórico pode ser usado como medida preventiva.

Bagas de antracnose

As doenças fúngicas da framboesa manifestam-se mais frequentemente na forma de antracnose. É caracterizada por manchas no caule do arbusto. Sua cor é branca e as bordas são brilhantes e vermelhas.

A antracnose ou fungo da framboesa pode se espalhar muito rapidamente, portanto, com o tempo, pode localizar-se não apenas nas hastes, mas também em outras partes do arbusto:

  • latido
  • sai
  • fruta.

Se falamos da casca, então esta doença é caracterizada por manchas pretas na forma de pontos, enquanto as folhas começam a murchar.

Se um arbusto é exposto a uma doença, o número de folhas torna-se visivelmente menor, o que leva à morte da cultura. A planta se torna resistente à geada e morre com o tempo.

  1. Para prevenir a ocorrência de tal enfermidade, é necessário processar as framboesas com o líquido bordalês. Isso deve ser feito antes que os botões se abram.
  2. O segundo tratamento ocorre no momento em que os botões começam a se formar.
  3. O terceiro tratamento é feito no momento da colheita e da preparação do inverno.

Se as medidas preventivas não trouxerem resultado, será necessário queimar a mata inteira. Observe que o arbusto deve ser queimado, e não jogado fora - só com essa medida será possível não infectar outras plantas em seu local.

Um ponto importante! O solo muito denso e pesado exerce muita pressão sobre o sistema radicular. Isso leva à privação de oxigênio do sistema. Portanto, é necessário afrouxar o solo.

Vassoura de bruxa

A doença com um nome tão interessante tem origem viral. É caracterizada pelo fato de que os vírus afetam as plantas e penetram profundamente em feridas causadas acidentalmente durante o trabalho de jardinagem. O vírus também penetra através das picadas de roedores e insetos.

Portanto, a principal razão para a ocorrência de tal doença de framboesas de jardim é a derrota da planta de natureza aberta. Após o aparecimento da doença, numerosos rebentos começam a aparecer no arbusto, onde não existem bagas.

O número de folhas torna-se visivelmente menor e elas mesmas têm um tamanho diferente. Como resultado da doença, a frutificação pára completamente.

Essa doença não pode ser curada de forma alguma, portanto, é necessária uma ação preventiva. Na maioria dos casos, a planta fica protegida do aparecimento de formigueiros, que atraem grande número de pulgões, que danificam os troncos e as folhas. Para isso, vários métodos foram inventados:

Depois do inverno, enquanto os insetos ainda dormem, é necessário encher o formigueiro com bastante água.

É um fato bem conhecido que os insetos não gostam de cheiros agressivos, então eles podem ser repelidos de suas framboesas com querosene. Seu cheiro pungente espanta formigas e pulgões.

Além de métodos de prevenção de caráter popular, você pode usar preparações químicas. Você pode comprá-los em lojas especializadas. Se a planta foi danificada, a lesão deve ser cortada e queimada.

Oídio

Este é um dos tipos mais perigosos de doenças de origem fúngica. Essa doença afeta arbustos no início do verão, especialmente se o tempo chuvoso e úmido persistir por muito tempo. Os galhos e os brotos, que estavam sob a influência da doença, são cobertos por uma flor branca, caracterizada por uma consistência solta.

Isso faz com que as folhas comecem a secar e a colheita mude para pior. Assim que você encontrar o primeiro, os sintomas devem ser aplicados nos brotos com um líquido que ajude no combate ao fungo.

Podridão cinzenta

O segundo nome desta doença é botrytis. A doença também é desencadeada por uma infecção fúngica, primeiramente, o fruto é afetado, que fica coberto de manchas pretas. Então, essas manchas tornam-se cada vez maiores, o que eventualmente leva ao apodrecimento dos frutos.

Além disso, a infecção fúngica se espalha para o caule das bagas e se espalha para os caules, que são coloridos em anéis marrons. Os caules começam a secar, as manchas espalham-se pela folhagem e atingem até os botões. Assim que você notar partes da planta com sintomas semelhantes, corte-as e queime-as.

Quando chega a primavera, é importante ter tempo para processar seu arbusto de framboesa com o líquido bordalês, antes que os botões apareçam. Certifique-se de que nenhuma planta seja infestada antes do inverno.

Clorose

Esta doença é muito fácil de reconhecer, mas impossível de curar. A clorose é caracterizada por manchas amarelas. Primeiro, eles aparecem nas folhas e, com o tempo, são transferidos para os galhos. As folhas da framboesa parecem folhagens que se queimam ao sol.

Os frutos são pequenos, perdem o sabor. Quando chega o outono, os sintomas são silenciados. Mas não fique feliz com antecedência. Depois do inverno, a doença pode voltar com tanta força que o arbusto simplesmente morre e as framboesas vizinhas ficam infectadas e morrem na próxima primavera.

Todos os arbustos infectados devem ser destruídos pela queima. Só é possível plantar framboesas no lugar de antigas fábricas doentes depois de dez anos.

Dano de calor

Este é um tipo especial de doença que não é causado por bactérias e pragas, mas por altas temperaturas.

A sintomatologia dessa enfermidade é que, no momento em que os frutos começam a amadurecer, eles são danificados. Os tecidos tornam-se lentos e parecem bagas cozidas.

Lidar com isso é bastante fácil. É necessário plantar framboesas em locais onde há bom sopro. É importante evitar a privação de oxigênio das plantas durante os períodos de calor. Algumas variedades de framboesa são particularmente sensíveis a altas temperaturas. Especialmente quando se trata de framboesas remanescentes.


Pragas

Agora vamos falar sobre aqueles insetos que escolhem as framboesas como fonte de alimento ou refúgio. Também discutiremos quais inseticidas são melhores para proteger a cultura da infestação de parasitas.

REFERÊNCIA. Quase todas as preparações inseticidas para pragas não podem ser usadas durante a floração, pois são prejudiciais às abelhas. A solução de trabalho deve ser preparada de acordo com as instruções.

Mosca caule de framboesa

O parasita parece um mosquito.

A dieta principal é o néctar e o suco de tecidos moles. Coloca os ovos no topo do broto. A larva penetra no caule e o roe.

A caça infectada enfraquece-se. O primeiro sinal da presença de uma mosca do caule da framboesa é uma ponta de broto caída.

Em seguida, os caules tornam-se cinzentos, o rebento murcha gradualmente e, por fim, seca completamente.

Como medida preventiva, é necessário soltar o solo, aplicar cobertura morta nas plantações, polvilhar o solo ao redor com pimenta ou cinza.

Dos inseticidas, você pode usar Aktara, Karbofos ou uma solução de amônia.

Ácaro-aranha

Sua presença pode ser determinada pela teia mais fina, que se parece com o tule.

Alimenta-se dos sucos de todas as partes da planta.

As folhas afetadas perdem a cor, ressecam e caem.

O maior perigo está nos verões quentes e secos.

Inseticidas para controle de pragas - Fufanon, Fitoverm, Actellik, Akreks. Dos remédios populares, você pode usar uma solução de amônia.

Midge de framboesa

A infecção ocorre na primavera por meio de rachaduras e danos na casca dos brotos.

As larvas se alimentam da parte interna dos brotos. As partes infectadas da planta enfraquecem e secam.

A presença de mosquitos na bílis pode ser determinada por crescimentos característicos (galhas).

Se você cortar os brotos doentes, o núcleo terá um canal preto, que as larvas roeram.

Um adulto parece um mosquito. As larvas são laranjas.

Realize o processamento no início da primavera antes da oviposição em massa e no outono. Use drogas Decis, líquido Bordeaux, karbofos.

Copo de framboesa

Um grande inseto preto e amarelo que se parece com uma abelha ou vespa à distância.

Um adulto põe ovos na raiz.

As larvas penetram nos brotos e os roem, movendo-se gradualmente para cima.

As medidas para prevenir o aparecimento de vidros são a poda higiênica de framboesas, o plantio de plantas repelentes, a escavação e o afrouxamento do solo.

Gorgulho da framboesa e morango

Besouro preto ou preto acinzentado com nariz comprido. A dieta principal é de folhas e botões.

Os botões caem pela ação dos gorgulhos (as fêmeas danificam o caule).

Com uma infecção forte, você pode perder completamente a colheita, já que os gorgulhos vão destruir todos os ovários.

As pragas hibernam nas raízes das folhas caídas.

Como tratamento, é necessário tratar os arbustos com inseticidas. Os mais eficazes são Fufanon, Kemifos, Alatar. O processamento não pode ser realizado durante a floração.

Prevenção - limpeza de folhas caídas no outono, soltura do solo, tratamento com inseticidas e fungicidas.

Besouro da framboesa

Ataca framboesas em maio-junho. A dieta principal da praga é o tecido foliar, flores.

Ele estabelece as larvas, das quais os frutos se tornam "vermes".

Devido ao impacto do besouro, até 50% do peso da colheita é perdido.

Bagas contaminadas não são comestíveis.

Contra-ação - pulverização com drogas Decis, Confidor, Karbofos.


Assista o vídeo: 7 Árvores Frutíferas que pode plantar em Vasos Facilmente


Artigo Anterior

Poda de framboesa: informações sobre como podar plantas de framboesa

Próximo Artigo

Viagem para a Índia em Ladakh